12/02/2016 às 08h26min - Atualizada em 12/02/2016 às 08h26min

Auxiliar de restaurante diz à PM que gambás eram para consumo próprio

O proprietário e o auxiliar de cozinha de um restaurante de Florianópolis, suspeitos de matar e temperar dois gambás e manter outros dois presos em um freezer desativado, vão responder por crime ambiental e pagar uma multa de ao menos R$ 2 mil, informou a polícia. O estabelecimento Chalé do Camarão, na Lagoa da Conceição, foi interditado e autuado pela Vigilância Sanitária nesta quarta-feira (10).

De acordo com a Polícia Militar Ambiental, o auxiliar declarou em depoimento aos policiais que durante o Carnaval, os gambás entraram na cozinha e quebraram objetos. Por sugestão do dono do local, foi colocada uma caixa para caçar os gambás. Dois foram mortos, temperados e guardados em um refrigerador junto com alimentos que eram servidos aos clientes do restaurante.

Conforme o funcionário relatou à polícia, os animais seriam usados na alimentação dele e não seriam servidos aos consumidores do restaurante. Segundo a Polícia Militar Ambiental, na página do restaurante na internet, usuários denunciam problemas de higiene do estabelecimento.

Fonte:g1


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »