04/02/2016 às 08h49min - Atualizada em 04/02/2016 às 08h49min

Com medo de zika e dengue, turistas estrangeiros cancelam viagens a SC

O medo de contrair dengue ou zika vírus tem preocupado turistas estrangeiros que costumam visitar Santa Catarina. Apesar de o estado ter registrado 15 casos de dengue e cinco de zika (nenhum deles com contaminação dentro do estado) desde o início do ano, há turistas que estão desistindo de visitar o Brasil. Foi o que mostrou o RBS Notícias desta quarta-feira (3).

Somente em um hotel do Norte de Florianópolis 15 reservas foram canceladas nesta semana. Outros oito hóspedes que viriam na semana que vem também desistiram de viajar.

"A imprensa de lá está recomendando que a gente não venha ao Brasil por causa da dengue e do zika vírus", diz a psicóloga argentina Valéria Flores. Ela e o marido não chegaram a desistir da viagem a Florianópolis, mas já chegaram com medo, dizem.

Relatos na imprensa
O jornal argentino 'La Nación' afirmou que o Brasil está em "alarme" por causa do zika vírus e publicou a foto de uma mãe com um bebê com microcefalia. O britãnico 'Daily Mail' disse que "o Brasil se prepara para o carnaval enquanto tentar matar o mosquito com fumigadores". Já a rede americana de televisão CNN afirmou que o vírus "está se espalhando de forma explosiva".

"Eles [turistas argentinos] falaram que lá estão misturando tudo. Que em canasvieiras há uma 'contaminação' de zika vírus, misturada com a contaminação do mar. Está tudo bagunçado", diz Luciana Silva, dona de um hotel em Florianópolis.

Segundo Carlos Brisola Marcondes, professor de parasitologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), não há motivo para pânico, mas, sim, para "providências". "Precisa manter a vigilância e eliminar o mosquito [Aedes aegypti] ou, pelo menos, reduzir ao máximo".

Novo relatório
Em uma semana, subiu de nove para 15 o número de casos confirmados de dengue em Santa Catarina e de quatro para cinco o de zika vírus no estado. Os números são do boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) divulgado na terça-feira (2) sobre as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Fonte: g1


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »