02/02/2016 às 16h07min - Atualizada em 02/02/2016 às 16h07min

Glinski propõe reduzir salários de vereadores de Canoinhas ao mínimo

O ano legislativo começa nesta terça-feira, 2, na Câmara de Canoinhas com uma polêmica. Vereador Paulo Glinski (PSD – foto) protocolou nesta segunda-feira, dia 1º, projeto de lei que reduz os salários dos vereadores ao mínimo de R$ 880. Hoje os vereadores recebem R$ 8,77 mil mensais.

O projeto reduz ainda os salários do prefeito (de R$ 18,7 mil para R$ 10 mil), do vice (de R$ 13,7 mil para R$ 5 mil), dos secretários (de R$ 9,98 mil para R$ 3 mil) e dos supervisores municipais, conforme o nível (veja abaixo). O índice de correção anual dos salários seria justamente o percentual de aumento do salário mínimo.

Pelo projeto, os novos salários passariam a valer imediatamente, o que deve ser contestado pelos demais vereadores, já que a lei orgânica estabelece que no último ano de legislatura os vereadores devem fixar os subsídios para a próxima legislatura. Ou seja, os atuais vereadores não podem mexer nos próprios salários. “Se temos de moralizar, comecemos pelo salário do prefeito, que além disso tem carro com despesas pagas pelo município e diárias. Concordo que são altos salários, mas então, vamos reduzir todos”, afirma Glinski. Perguntado se se candidataria a reeleição considerando um salário mínimo de pagamento mensal, ele disse que sim. “Sabendo quanto vai ganhar, candidata-se quem quer”, afirmou. Ele disse não temer retaliação de seus pares.

Glinski explica que sua motivação veio de um abaixo-assinado com mais de 4,5 mil assinaturas que pede a redução dos salários. Ele deu essa justificativa em reunião com outros sete vereadores nesta segunda. Os líderes do movimento devem ir à Câmara nesta terça para pressionar pela aprovação da proposta.

O projeto vai para leitura nesta terça-feira, 2. Depois segue para as comissões. Sem objeções, está apto para ir à votação.

 

O QUE MUDA

Prefeito: De R$ 18,7 mil para R$ 10 mil

Vice-prefeito  De R$ 13,7 mil para R$ 5 mil

Secretários: De R$ 9,982 para R$ 3 mil

Vereadores De R$ 8,77 mil para R$ 880.

Supervisor municipal: De R$ 5,05 mil para R$ 2,1 mil (Nível 1)

De R$ 3,878 para R$ 1,8 mil (Nível 2)

De R$ 2,3 mil para R$ 1,4 mil (Nível 3).

Fonte: Jmais


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »