26/01/2016 às 15h36min - Atualizada em 26/01/2016 às 15h36min

Vítima atropelada em Rio Negrinho tinha marca de pneu nas costas

Foi sepultado na tarde desta terça-feira (26) o corpo do motociclista Amarildo Riher, 49 anos, vítima de acidente de trânsito às 13 horas de segunda-feira (25), na Rua Pedro Simões de Oliveira, bairro Vila Nova. Quando trafegava sentido Centro/bairro, com sua moto Honda 150 Titan (placa MHQ 9927, de Rio Negrinho), foi surpreendido pelo caminhão Ford Cargo 1722 (placas MHD 5206, de Brusque), dirigido por Sidimar Gelson Dias, 30 anos, trafegando pela contramão.

Segundo um dos socorristas, havia a marca de pneu nas costas da vítima, que não apresentava ferimento aparente. Amarildo residia na Rua João Dums, 96, bairro Quitandinha.

O motorista Sidimar Dias foi encaminhado até a delegacia da Comarca, onde foi ouvido pelo delegado Gustavo Muniz Siqueira, que instaurou inquérito policial para apurar as causas do acidente. “O Código de Trânsito Brasileiro prevê que não se impõe prisão em flagrante em caso de homicídio culposo (quando não há intenção de matar), então, ele foi ouvido e posteriormente liberado”, explicou. Sidimar foi notificado por estar dirigindo na contramão de direção e por não estar portando a carteira de habilitação no momento do acidente.

Fonte: A Gazeta


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »