30/12/2015 às 08h22min - Atualizada em 30/12/2015 às 08h22min

Três turistas morrem afogados em quatro horas em praias catarinenses

Em quatro horas, três turistas morreram afogados em praias de Santa Catarina nesta terça-feira (29). Os casos foram em Penha, no Litoral Norte, e São Francisco do Sul, Norte do estado.

O mais recente foi em Penha, por volta das 18h30. Um casal de Cascavel, no Paraná, se afogou na Praia de Armação, informaram os bombeiros voluntários. Os dois foram retirados da água.

A mulher estava em parada respiratória, mas foi reanimada pelos socorristas ainda na areia e conduzida ao Pronto Atendimento (PA) de Penha já estabilizada.

Porém, o homem, Leonir Fernando dos Santos, já chegou sem vida ao PA. Os dois estavam sem documentos e os bombeiros não souberam informar a idade deles.

Os socorristas alertam que na Praia da Armação há repuxo no mar. Esta é a terceira morte no local em 2015. Em agosto, um homem de Blumenau se afogou e um adolescente de 15 anosfoi vítima na quarta (23).

São Francisco do Sul
Na cidade do Norte, um garoto de 12 anos morador de Caçador, no Oeste catarinense, morreu por volta das 15h30 desta terça na Praia da Enseada.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele estava com outras três crianças brincando em um colchão de ar próximo à orla quando uma onda virou a boia. Todos os quatro caíram e foram puxados pela correnteza.

Os guarda-vidas conseguiram resgatar as outras três crianças. Foram feitas buscas por Alison Luis Pimental durante 25 minutos e ele foi encontrado sem sinais vitais. Ele chegou a ser levado à Unidade de Pronto Atendimento, mas não resistiu.

O outro afogamento foi também de um turista do Paraná, de Araucária. Perto das 14h20, Antônio Carlos de Oliveira, de 46 anos, pescava no costão entre a Prainha e a Praia Grande, local sem monitoramento de guarda-vidas, conforme o Corpo de Bombeiros.

Ele tentou por mais de 10 minutos tentando se salvar, até que pessoas que estava no local foram pedir socorro. Guarda-vidas chegaram até o local e ficaram com a vítima. Eles não conseguiram retirar o homem devido às más condições do mar no momento.

Os socorristas permaneceram com a vítima até a chegada do helicóptero da Polícia Militar, que fez o resgate. Ele foi levado ao posto da Praia Grande, onde os guarda-vidas fizeram manobras de reanimação. Mesmo assim, o homem não resistiu e morreu no local.

O Corpo de Bombeiros orienta os banhistas que respeitem as normas de segurança e entrem no mar somente próximo a postos de guarda-vidas.

Fonte: g1


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »