15/10/2015 às 09h28min - Atualizada em 15/10/2015 às 09h28min

Governo de SC prevê 8 milhões de turistas no verão, com alta de 30%

G1

Cerca de 8 milhões de turistas devem visitar Santa Catarina na temporada de verão 2015/2016, prevê o governo do estado. O número é 30% maior em relação aos 6,2 milhões que estiveram em solo catarinense no verão 2014/2015.

Para a próxima temporada, serão mobilizados 8 mil profissionais da área de segurança para cobrir 157 praias catarinenses. Esse trabalho durante o verão compõe a Operação Veraneio, apresentada nesta quarta-feira (14) em reunião entre o governador e órgãos relacionados ao turismo e à segurança.

O número de turistas esperado é resultado da soma de visitantes estrangeiros, moradores de outros estados brasileiros e também de catarinenses de outras cidades que viajam para o litoral durante o verão, explicou o governo.

"Essa será uma das principais temporadas de verão da nossa história, resultado de fatores como a alta do dólar, o nosso bom relacionamento com países do Mercosul e também do trabalho de promoção de Santa Catarina que fizemos dentro do país", explicou o secretário de Estado do Turismo, Cultura e Esporte, Filipe Mello.

Ele apontou outros indicadores positivos para a temporada, como a confirmação de 600 voos fretados contra 433 da temporada passada e o crescimento na venda de pacotes de turismo para Santa Catarina.

Segurança
Foi realizado o planejamento de reforço e deslocamento de efetivo para atender à demanda, segundo o secretário-adjunto da Segurança Pública, delegado Aldo Pinheiro D'Ávila. A Secretaria projeta utilizar cerca de R$ 20 milhões para pagamento de diárias para os policiais transferidos da base para o litoral, alimentação e pagamento dos guarda-vidas civis.

A parte operacional de segurança começa no dia 22 de dezembro de 2015 e vai até 29 de fevereiro de 2016. No Corpo de Bombeiros, o período é maior: começou em 1º de outubro e vai até 1º de maio de 2016.

"Durante a temporada mais cheia, entre dezembro e fevereiro, a mobilização é maior. Mas continuamos com o reforço por mais tempo, até maio, quando ainda temos visitantes, mesmo que em menor número, porque o perigo não existe apenas quando temos grande fluxo de turistas", explicou o comandante da corporação, coronel Onir Mocellin.

Luz e água
Para garantir o abastecimento de luz durante o verão, a Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) está em processo de construção de seis novas subestações, além da ampliação de outras 21.

A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) realiza obras e ações na Grande Florianópolis e na região de Porto Belo e Bombinhas, no Litoral Norte. O investimento é de mais de R$ 50 milhões, segundo o governo.

Na temporada 2013/2014, turistas e moradores das cidades litorâneas enfrentaram problemas, como a falta de água e abastecimento elétrico, principalmente durante o Natal e o Réveillon. Uma pesquisa feita no início de 2014 apontou que 14% dos turistas anteciparam a volta para casa devido aos transtornos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »