23/02/2018 às 13h42min - Atualizada em 23/02/2018 às 13h42min

Autor de assassinato em Rio Negrinho já tinha matado o irmão em 2010

aconteceuemjaragua.com
Foto: Ricardo Otto/Jornal A Gazeta

Preso em tentativa de fuga após matar um homem esfaqueado em Rio Negrinho, Ederson Krensiglova, de 26 anos, já tinha assassinado seu irmão mais velho, José Rogélio Brai Krensiglova, de 30 anos, com um golpe de faca no coração em setembro de 2010. O crime aconteceu durante um churrasco que a vítima promovia para seus amigos, na casa onde morava, em Curitiba.

Ederson, na época com 18 anos, fugiu, mas foi preso logo em seguida e autuado em flagrante. Testemunhas contaram que José trabalhou durante o dia e, à noite, reuniu-se com amigos em casa. Ele assava a carne do churrasco quando Ederson, que seria usuário de drogas, chegou. A discussão aconteceu quando José flagrou Ederson se drogando no banheiro da casa.
Na briga, Ederson foi até a churrasqueira, armou-se com uma faca e golpeou o irmão mais velho, que morreu na hora. Em seguida, o acusado fugiu. Horas depois do crime ele foi localizado em sua residência, sendo autuado em flagrante por homicídio doloso. Em 2014, Ederson foi a julgamento e o homicídio foi desclassificado para lesão corporal seguida de morte, sendo condenado a quatro anos em regime aberto.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »