09/08/2017 às 15h28min - Atualizada em 09/08/2017 às 15h28min

Mais dois são presos suspeitos de matar homem e amarrar idosa em assalto em Santa Cecília

Aumento da violência em Santa Cecília leva OAB a realizar reunião para pedir mais segurança

Mais dois suspeitos de participação no latrocínio ocorrido em Santa Cecília, na Serra catarinense, no final de julho foram presos, divulgou a Polícia Civil em coletiva nesta terça-feira (8). Dois jovens foram detidos na segunda (7). Um deles confessou o assassinato, de acordo com o delegado Wellington Gustavo Spiacci.

Os crimes ocorreram em uma propriedade rural. Um homem de 57 anos foi encontrado morto em 23 de julho e a mãe dele, de 85, amarrada em casa. Segundo o delegado, a idosa ficou nessa situação por cerca de 20 horas.

Operação

"Ontem [segunda], a polícia fez uma operação para cumprir cinco mandados de busca e apreensão e dois de prisão. Foram presos dois rapazes. Eles confessaram o crime. Um deles confessou que matou o homem", relatou o delegado.

Nos depoimentos, os presos explicaram a motivação do latrocínio, conforme o delegado. "Eles achavam que as vítimas teriam um volume grande de dinheiro em casa por causa da venda de um terreno", disse Spiacci. Os jovens não tinham antecedentes criminais, segundo o delegado.

Os presos afirmaram que o homem reagiu ao assalto e por isso decidiram matá-lo. "Como não encontraram o dinheiro, roubaram outros objetos da casa. Metade do grupo queria matar também a idosa, a outra metade não queria. No final, decidiram deixá-la amarrada", afirmou o delegado sobre os depoimentos.

Presos e foragidos

A princípio, o grupo que cometeu o roubo era de seis pessoas. A Polícia Civil procura por outros dois foragidos, que já foram identificados. Os outros dois foram presos pouco após o crime em Rio do Sul, no Vale do Itajaí, e estão no sistema prisional em Lages, na Serra. Os dois que foram detidos na segunda (7) foram encaminhados para o Presídio Regional de Caçador, no Oeste.

Com os mandados de busca e apreensão, a polícia encontrou a placa do carro da vítima, que havia sido levado no assalto. A arma usada no crime e os eletrodomésticos roubados não foram achados. "Os objetos já devem ter sido vendidos", disse o delegado.

Crime

A Polícia Civil declarou que o homem trabalhava em um galpão quando foi atacado. Ele foi encontrado às 12h de 23 de julho degolado por uma faca e com marcas de tiro no pescoço, conforme o Corpo de Bombeiros. A idosa, que foi agredida, precisou ser hospitalizada.

Conforme os bombeiros, os criminosos roubaram o Celta vermelho da família, um televisor e outros eletrodomésticos da residência.

Aumento da violência em Santa Cecília leva OAB a realizar reunião para pedir mais segurança

O aumento da violência em Santa Cecília, com 5 assaltos à mão armada nos em 24 horas, além de um latrocínio, onde um homem foi morto e a mãe, deixada amarrada por mais de 18 horas, a Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção de Curitibanos, realiza, nesta quarta-feira, 9, uma reunião de emergência.

O encontro, emergencial, visa buscar alternativas para a melhoria da segura


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »