21/12/2016 às 12h46min - Atualizada em 21/12/2016 às 12h46min

Mafra tem inauguração oficial de sistema cardiovascular no HSVP

Nem mesmo o mal tempo, com chuva prejudicou a cerimônia oficial de inauguração do serviço de hemodinâmica e cardiologia intervencionista do Hospital São Vicente de Paulo, em Mafra , nesta tarde de terça-feira, 20.
 

O presidente do hospital, Valdecir Valoja de Collo falou sobre sua satisfação em poder estar naquele ato representando a entidade hospital. salientando que mesmo em tempo de crise financeira, a qual atravessa o país, com metas de não aumentar verbas para a saúde nos próximos 20 anos, nem assim há desânimo por parte da direção do hospital de Mafra em buscar recursos e avançar em busca da excelência no atendimento e no âmbito de salvar vidas. Ele ressaltou que para implantar este novo serviço do HSVP foram investidos cerca de R$ 2,5 milhões em edificações, instalações especiais e equipamentos. Parte dos recursos são provenientes de convênio com o Ministério da Saúde por meio de emenda do deputado federal Mauro Mariani (PMDB). Valdecir fez elogios ao parlamentar por sua dedicação em atender as reivindicações do hospital mafrense. Outra parcela de recursos investidos no HSPV são próprios do hospital e parte de doações da comunidade na Conta de Luz.

“É um grande ganho social, pois os familiares também sofrem com os deslocamentos para longas distâncias, além do sofrimento da doença”, lembra Mariani, que não pode estar na cerimônia de inauguração,mas mandou representante.

O governador Raimundo Colombo (PSD) também não pode comparecer na solenidade.O secretário de Estado da Saúde, João Paulo Kleinübing o representou no ato de inauguração.

O diretor do hospital, Dário Clair Staczuk, comemorou a inauguração da ala, onde já foram feitos nove procedimentos com sucesso. “O aparelho vai beneficiar 400 mil pessoas de 13 cidades da região, de Monte Castelo a Porto União. Hoje, o paciente espera até dois anos na fila para ter acesso ao equipamento”, frisa.

A ala irá contar com um quadro gabaritado. O hospital capacitou funcionários – enfermeiros, técnicos em enfermagem e técnicos em radiologia – para trabalhar na área, bem como contratou uma equipe médica específica e com experiência para realizar os atendimentos, tanto eletivos como de urgência e emergência.

 

O secretário Kleinübing destacou que o Hospital São Vicente de Paulo é um exemplo para Santa Catarina do ponto de vista da gestão e da presença na comunidade.
 

- Os investimentos do poder público, sejam na articulação federal, por parte Ministério da Saúde, responsável pela unidade que inauguramos hoje, sejam por parte do Governo do Estado, com os recursos da UTI coronariana, que já está em obras, são apenas uma forma de apoiar e reconhecer o esforço e o trabalho do Hospital São Vicente de Paulo -, disse. Ele destacou também o empenho do deputado Mariani e dos deputados estaduais Silvio Dreveck e Antônio Aguiar em prol dos objetivos do hospital de Mafra.
 

Após a cerimônia de inauguração da ala ocorreu visita ao canteiro de obras da UTI coronariana, prevista para ser inaugurada no 2º semestre de 2017, e que contará com 10 leitos para dar suporte e retaguarda aos serviços ora implantados. A  construção e equipamentos dessa UTI está sendo financiada com recursos do Governo do Estado de SC, por meio do programa “Pacto por SC”, através do convênio com a Secretaria de Estado da Saúde, dentro do programa InvestSaúde/Baadesc, no valor de R$ 2,8 milhões


O pronunciamento mais político foi do prefeito de Mafra, Wellington Bielecki e do secretário da Agência Regional, Abel Schroeder.

 

-Hoje estamos vivendo um grande momento para Mafra e para todo o Planalto Norte catarinense. Santa Catarina é o único estado que segue inaugurando obras em todas as áreas. Isso mostra a seriedade, a honestidade e a gestão diferenciada que caracterizam o nosso estado e que permitem concretizar obras como esta que inauguramos”, declarou o secretário Abel Schroeder.
 

-Mafra tem muito a crescer ainda e 2017 será um bom ano, já temos a empresa alemã Kromberg & Schubert que vai gerar 2 mil empregos e outras virão. Mas o mais importante, é  que agora os mafrenses poderão ter atendimento rápido e evitar um AVC, por exemplo e isso é algo sério, são vidas que poderão ser salvas- disse Bielecki.

Aproximadamente 400 mil pessoas, em 13 municípios do Planalto Norte, vão se beneficiar como o novo serviço. Principalmente porque, diante de doenças cardiovasculares como o infarto e o ACV, um atendimento rápido pode significar a diferença entre a vida e a morte. O serviço de hemodinâmica do Hospital São Vicente de Paulo garante aos pacientes da região o acesso às técnicas de cateterismo e angiosplastia, que permitem tratar vários tipos de cardiopatias de forma segura e minimamente invasiva. Juntamente a esses procedimentos, será instalado o serviço de cirurgia cardíaca. E, para o segundo semestre de 2017, está prevista a inauguração das UTIs coronarianas, que vêm unificar toda a área de cardiologia do hospital.

A estrutura para atendimento do serviço de hemodinâmica está alinhada com aquela que é oferecida nos grandes centros urbanos, apresentando uma edificação moderna, com salas integradas, equipamentos de última geração e capacidade para atender de forma completa os pacientes acometidos com doenças coronarianas.

Estiveram também prestigiando a inauguração,o vereador Hebert Werka representando o Legislativo mafrense e o presidente da Confederação Nacional da Saúde, Tércio Egon Paulo Kasten, além de lideranças políticas, empresariais e da área da saúde de toda a região.

Fonte: .sbcsul


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »