05/12/2016 às 08h54min - Atualizada em 05/12/2016 às 08h54min

Santa Catarina registra protestos a favor da Lava Jato neste domingo (4)

Manifestações ocorrem neste domingo (4) em Santa Catarina e em todo o país a favor da Operação Lava Jato e contra mudanças no projeto original do pacote anticorrupção votado na madrugada de quarta (30) no Senado.

Florianópolis, Balneário Camboriú, Blumenau, Criciúma e Joinville registraram atos nesta tarde.

Capital
Em Florianópolis, manifestantes começaram a se reunir por volta das 17h no trapiche da Avenida Beira-Mar Norte. Às 18h, eles percorriam uma das faixas da Avenida Beira-Mar Norte, em direção aos bairros, que foi interditada.

Conforme a organização, liderada pelos movimentos Vem Pra Rua e Resistência Liberal, cerca de 10 mil pessoas estavam no local até as 18h. A PM não informou números de manifestantes.

O ato teve como destino a sede da Polícia Federal da capital. As lideranças do movimento ainda dizem apoiar a Polícia Federal, o Ministério Público e o juiz Sérgio Moro. A manifestação terminou por volta das 19h.

Litoral 
Em Balnéario Camboriú, a manifestação começou por volta das 16h e terminou às 17h30. Conforme a Polícia Militar, participaram 2 mil pessoas. Já segundo os  organizadores, do movimento Vem Pra Rua em Balneário Camboriú, foram 15 mil pessoas.

O público percorreu ruas da orla da cidade, incluindo a Avenida Atlântica. As vias chegaram a ser interditadas.

Norte catarinese
Em Joinville, no Norte catarinense, a manifestação começou por volta das 16h na Praça da Bandeira. Conforme os organizadores, até as 16h15 cerca de 600 pessoas estavam no local. Já de acordo com a Polícia Militar, 300 pessoas participavam até as 16h15.

O grupo saiu em passeata pelas ruas centrais de Joinville e retornou à Praça da Bandeira. Por volta das 17h30, o ato terminou. PM e manifestantes informaram o mesmo balanço final de participantes, cerca de mil pessoas.

Na cidade, o protesto foi convocado pelo Movimento Brasil Livre Santa Catarina (MBL-SC). Conforme a RBS TV, o público discursava em um palco montado no local. De acordo com o MBL-SC, o protesto também é pela saída de Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Congresso.

No ínicio da manifestação, houve um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do acidente áereo com a delegação da Chapecoense.

Vale do Itajaí
Em Blumenau, no Vale do Itajaí, o protesto começou às 16h. Até as 17h, Polícia Militar e manifestantes não haviam repassado números de participantes.  Eles se concentraram em frente a prefeitura do município e caminham  nas ruas centrais da cidade, como a 7 de setembro.

Às 18h, os organizadores informaram 12 mil pessoas. A Polícia Militar, no entanto, disse que não iria divulgar números. O ato terminou por volta das 18h30.

Sul
Em Criciúma, no Sul catarinense, o ato ocorreu no Parque das Nações entre as 15h30 e 17h. Conforme a organização, do movimento Vem Pra Rua Criciúma, estavam presentes cerca de 800 pessoas. O G1 não conseguiu contato com a Polícia Militar. 

Fonte: G1


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »