10/11/2016 às 09h26min - Atualizada em 10/11/2016 às 09h26min

Ministério destina R$ 3,7 milhões para SC por chuvas de 2014 e 2015, verba será aplicada também em Papanduva

Foto/Ponte do Guarani

O Ministério da Integração Nacional informou nesta quarta-feira (9) que destinou R$ 3,7 milhões para obras emergenciais em Santa Catarina. Conforme a Defesa Civil estadual, o valor é para obras de locais que foram danificados por chuvas de 2014 2015. O anúncio foi publicado no diário oficial da união.

Segundo o órgão, o valor será utilizado para a reconstrução de três pontes em Papanduva nas localidades de Coqueiros, São João do Mirador e Guarani no Norte catarinense, estabilização de encostas em Ipira, no Oeste, prejudicadas após chuvas de junho de 2014.

Parte da verba será destinada ainda para a recuperação de um trecho da rodovia SC-370, entre os municípios Braço do Norte e Grão para, no Sul catarinense, após chuvas em janeiro de 2015.

Conforme o Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), a obra da SC-370 está licitada e tem previsão de conclusão em 8 meses. Até a publicação desta notícia, o Deinfra não havia sido notificado oficialmente da verba. O valor destinado para a obra está em R$ 2,14 milhões, conforme a portaria.

Já em Ipira, conforme o secretario de administração Nelcir de Cesáro, a previsão é construir dois muros de contenção, um para o bairro do hospital e outro para a comunidade de Linha Capelinha. O valor total licitado é de R$ 1,33 milhão e a empresa já foi selecionada via regime diferenciado de contratações.

Segundo Cesáro, o prefeito da cidade está em Brasilia e acompanhou a liberação de verba nesta quarta.

O G1 tentou contato com a prefeitura de Papanduva, sem sucesso até a publicação desta notícia. Conforme a Defesa Civil estadual, o município havia solicitado verba para um kit de transposição provisória para uma ponte, que estava prevista instalação em dezembro. Conforme o Ministério da Integração, a obra no município receberá R$ 280 mil

De acordo com o Ministério da Integração Nacional, os valores foram liberados quase dois anos após os ocorridos pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) 'após a análise dos Planos de Trabalho apresentados'. O prazo para execução das obras é de 365 dias, a partir desta quarta.

Fonte: G1


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »